Notícias do pintor Brennand (de viva voz)

“O Jardim do Lobo”, do pintor Brennand (Acrílica sobre tela colada em Duratex) 92 x 73 cm
*Quadro pintado entre os dias 31/12/2010 e 04/01/2011.

De Fernando Monteiro, por e-mail:

“Depois de dois meses de trabalho (beirando a destruição), o quadro O Jardim do Lobo, com sua árvore carnívora, transformou-se num ambiente incerto e enevoado. Acontece que era exatamente o que eu pretendia” – é assim que Francisco Brennand anuncia a conclusão da sua luta de pintor às voltas com um quadro que o obsessionou neste 2011 no qual completará 84 anos.

Ele acrescenta: “Sua claridade inicial era, já, duvidosa – e foi se fechando numa névoa quase noturna, como nas paisagens inglesas da qual minha pintura se aproximara durante a fase de Triunfo (cidade de clima de brejo encravada acima de Serra Talhada, no sertão pernambucano).

Devoto – como Balthus – de Dante Gabriel Rosseti e outros grandes artistas da Inglaterra (nos quais Camille Paglia “descobriu” maravilhas, recentemente), eu posso compreender bem que a excessiva valorização da Escola de Paris eclipsou um pouco esse poder de neblina dos ingleses – e não só nas paisagens: seus melhores retratos provavelmente influíram no aprendizado do jovem Balthus, de olhar agudo – muito antes de Camille – para a pintura de além-continente.

Nesse sentido, nada procurem de “tropical” nos meus quadros da idade madura, perdido no labirinto do lobo como prefiro me encontrar, aqui na Várzea às vezes tão sombria no fins de tarde.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × três =

ao topo