O Avião

O Avião só costuma ser notícia quando cai ou atrasa. Antigamente viajar de avião tinha mais um ingrediente que fazia mexer com a emoção. As aeromoças eram muito bonitas e faziam parte do imaginário de muitos homens Elegantes, educadas, altas e bonitas. Um avião, com se dizia. Quem nunca sonhou com uma aeromoça. Nos contos eróticos a presença desses seres alados eram recorrentes. Li muitos contos eróticos de amores com aeromoças dentro do toilet do avião. Fazia gosto pedir um drinque e receber todo solene das mãos daquelas garças.

O tempo mudou. Empresas faliram. E a beleza e educação das aeromoças caíram em queda livre antes do avião. Antigamente o medo do avião passava com o porre que tomávamos na viagem. Era só pedir um uísque, campari, cerveja e vinha no tamanho da viagem. Muitas vezes cheguei bêbado no destino que desejava mais longo. Uísque com amendoim já desembarcava pronto. Muitas vezes me banhei de bebida nas turbulências.

A bebida e comida de hoje é tudo racionada. Um sanduichinho e uma latinha de cerveja nova Skin. Uma tristeza. Nem dar mais gosto viajar e as aeromoças parecem não parecem misses.

Numas das viagens que fiz para Brasília tomei todas com o amigo Aluízio Mathias. Num avião quase vazio fomos para trás e tomamos todas. A aero não era tão bonita mas nos encheu de cerveja. Foi a melhor viagem de avião que realizei. Conversamos sobre Natal inteira. Amigos e amigas comuns. Planos para a cultura do estado. Namoradas e desejos. Tive pena de acabar aquela viagem. Aluízio tinha/ tem uma paixão por uma mulher de Natal que felizmente não é a minha. Sendo assim o papo pode fluir melhor. Relaxamos. E ficamos de retomar o papo numa próxima viagem. Aperto o cinto, amigo. Se segue no pincel que vou tirar a escada. E não me faça raiva se não eu digo que é a sua amada platônica. Um avião que não saberia dizer se tupolev, boing, caça ou mirage. Melhor: miragem

Físico, poeta e professor [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

treze + 4 =

ao topo