O centenário de Mário Lago

O ator, compositor e escritor completaria cem anos neste sábado. Conheça mais sobre a vida e a carreira de Mário Lago.

aqui

Comentários

Há 3 comentários para esta postagem
  1. João da Mata 27 de novembro de 2011 13:26

    Taninha, saudades; Estive sexta feira no bar do Rei e lembrei de voce
    Vamos encontar. Tambem adoro essa música. Cabe em muitas ocasiões. abração.

  2. Tânia Costa 27 de novembro de 2011 12:23

    João,
    Eu tinha um vinil das antigas que tinha essa música acima na voz de Maria Bethânia. Eu amava na voz dela.
    Eu nutria uma admiração muito grande por Mario Lago, talvez até uma paixão platônica.. Ele me passava a imagem de uma pessoa extremamente elegante, ética, compromissado com o suu tempo e ainda era muito charmoso. Adoro sua composição “Número Um”.
    Beijos!

    Passaste hoje ao meu lado
    Vaidosa, de braço dado
    Com outro que te encontrou
    E eu relembrei comovido
    O velho amor esquecido
    Que o meu destino arruinou
    Chegaste na minha vida
    Cansada, desiludida
    Triste, mendiga de amor
    E eu, pobre, com sacrifício
    Fiz um céu do teu suplício
    Pus risos na tua dor
    Mostrei-te um novo caminho
    Onde com muito carinho
    Levei-te numa ilusão
    Tudo porém foi inútil
    Eras no fundo uma fútil
    E foste de mão em mão
    Satisfaz tua vaidade
    Muda de dono à vontade
    Isso em mulher é comum
    Não guardo frios rancores
    Pois entre os teus mil amores
    Eu sou o número um

  3. João da Mata 26 de novembro de 2011 9:10

    Mário é 100

    Ele faleceu aos noventa
    Integros anos
    No Alberto Maranhão
    Beije sua mão em devoção
    Profícuo compositor
    ator
    escritor

    Com Ataulfo Alves ele compôs “Amélia” e “Atire a primeira Pedra”.
    Com Custódio Mesquita compôs um dos meus hinos eme pe be

    Nada além / Custódio Mesquita e Mário Lago

    Nada além
    Nada além de uma ilusão
    Chega bem
    E é demais para o meu coração
    Acreditando em tudo que o amor
    Mentindo sempre diz
    E vou vivendo assim feliz
    Na ilusão de ser feliz
    Se o amor
    Só nos causa sofrimento e dor
    É melhor
    Bem melhor a ilusão do amor
    Eu não quero e não peço
    Para o meu coração
    Nada além de uma linda ilusão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo