O conto de Alexis

Eu li a notícia de manhã na coluna de Woden Madruga e me preparei para transcrevê-la. O dia cheio, uma coisa e outra, correndo feito doido atrás do vil metal, fim do mês chegando, acabei esquecendo. Lembrei agora de novo porque Alexis deu notícias. O conto foi publicado por aqui, se não me engano. Segue a nota:

“Acaba de sair a Coletânea Prêmio OFF FLIP de Literatura 2008, livro organizado por Ovídio Poli Junior. Estão aí os dez contistas e os dez poetas ganhadores do concurso promovido pela Festa Literária Internacional de Paraty, ano passado. Entre os ganhadores, um norte-rio-grandense, aliás, o único nordestino laureado: Alexis Peixoto.

No time dos contistas, tirando uma menina do Senegal, Kátia Gilaberte (ela é de Dakar), os outros oito são todos paulistas.

Alexis nasceu em Natal, estudante de jornalismo, já bate uma bola cheia nessas peladas de redação, colabora aqui e acolá em jornais literários, faz critíca de música e está presente em alguns saites por estes mares da internet. Ficou em segundo lugar com o conto ?Os homens da torre?. Tem apenas 23 anos de idade. O pai, Carlos Peixoto, jornalista e leitor voraz de boa literatura, anda ancho que só vendo o brilho do filho.” WODEN MADRUGA

Go to TOP