O fim das editoras de livros didáticos

Por Arnaldo Saraiva
BLOG DO NASSIF

Prezado Nassif,

Sou editor de livros didáticos há mais de 40 anos. Comecei minha atividade de editor bem cedo, iniciei e criei a divisão de livros didáticos naEditora Saraiva no longínquo ano de 1970. Iniciei e criei, também, mais duas outras editoras didáticas: a Nova Geração e a AJS.

Publiquei incontáveis autores e incontáveis livros didáticos.

Concordo com quase tudo que já foi dito noblogue do Nassif.

As editoras didáticas estão no fim. Com o advento do livro digital, não há mais condições delas existirem. Os novos aplicativos como oiBook Autor da Apple é uma ferramenta que dá aos autores condições deles produzirem seu próprio livro digital com qualidade superior aos das editoras.

Com o fim do livro de papel e tinta, a pergunta que não quer calar é:

O que uma editora de livros didáticos tem agora pra oferecer a seus autores?

Resposta: NADA, absolutamente NADA.

Com o iBook Autor e outros recursos, esses autores didáticos poderão fazer seus próprios livros com qualidade superior ao das suas antigas editoras e colocar em lojas virtuais e nas NUVENS do MEC.

Nas décadas de 70, 80 e 90 as empresas que produziam fotolito eram tão grandes ou maiores que as editoras didáticas. Havia dezenas de grandes e médias empresas. Com o advento do fotolito eletrônico, TODAS, repito, TODAS elas, grandes e médias fecharam as portas. Hoje em dia não há mais empresas de fotolito. O que aconteceu com o fotolito ira acontecer com as editoras didáticas, ou seja, o fim…

O MEC e o FNDE sabem perfeitamente que, em breve, os livros didáticos digitais também serão produzidos diretamente pelos autores empreendedores.

Como o grande mercado, hoje em dia, é o MEC, que chega a representar 90% das vendas. É evidente que o Loby das grandes editoras vai tentar adiar, ao Máximo que puderem, mas não terão forças suficientes pra remar e lutar contra a maré.

Mesmo no mercado privado, as escolas passarão a produzir seus próprios matérias didáticos digitais ou vão adotar livros diretamente com os autores.

Hoje em dia, um livro didático de papel custa algo em torno de R$ 100,00. O preço do livro digital, vai cair pra algo em torno de R$ 10,00. Como os autores ganham 10% de direitos autorais, eles não vão queer receber apenas R$ 1,00.

Então, ele mesmo, os autores, venderão seu livro digital por 10,00. É claro. Alguma dúvida?

Na minha opinião, as grandes editoras didáticas irão desaparecer e serão substituidas pelosautores empreendedores e por uma nova geração de garatos que nascerão, literalmente, nas garagens.

*********

Do editor

Amazon libera aluguel de livros digitais didáticos.

aqui

Comentários

There is 1 comment for this article
  1. Alex de Souza 6 de fevereiro de 2012 11:27

    e isso é ótimo. já não basta a mercantilização que tomou conta da educação, quem sabe pelo menos um desses tentáculos não desaparece.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo