O Futuro Desafiador dos Recursos Naturais

recursos

O empreendimento humano consome agora cerca de 60 bilhões de toneladas de minerais, minérios, combustíveis fósseis e materiais vegetais. Enquanto isso, a pessoa número 7.000.000.000 no planeta deve nascer ainda esse ano, e a população humana pode chegar a 10 bilhões até o fim deste século, de acordo com as últimas análises das Nações Unidas. Centenas de milhões de pessoas na Europa, América do Norte e Ásia vivem uma vida moderna, que em grande parte significa consumir mais de 16 toneladas de tais recursos naturais, ou mais, por pessoa durante um ano. Se os bilhões de pessoas pobres que vivem hoje consumirem qualquer coisa que se aproxime deste valor, o mundo terá que encontrar mais de 140 bilhões de toneladas de recursos naturais materiais como a cada ano até meados do século, segundo um novo relatório do Programa Ambiental da ONU.

Mais: aqui

(Por David Biello).

Brasileiro, nordestino, alagoano, advogado, cidadão comum, simples habitante deste planeta decadente... Rs... [ Ver todos os artigos ]

Comments

There are 3 comments for this article
  1. Denise 19 de Junho de 2011 7:04

    Danclads

    Interessante e preocupante esta questão que você nos trouxe. Está na hora destas mentes tão privilegiadas do Substantivo Plural também partilharem reflexões sobre nossa grande casa comum, que é o meio ambiente. Eu atrelo grande parte do consumo destes recursos naturais ao modo capitalista de viver, no qual quanto mais o ser humano possui, melhor. Certamente não é a pura necessidade que leva uma pessoa a consumir 16 toneladas de recursos naturais ao ano. Uma prosposta ambiental discutida ultimamente levanta não tentar a diminuição do desperdício do lixo, mas a não produção do próprio lixo. Vejo extremismo nisto (até mesmo porque existem os lixos orgânico e o químico, inaproveitáveis), mas podemos reaproveitar muito dele e também destinar à coleta seletiva muitas outras coisas. Exemplos práticos: nos bancos Santander há lixos próprios para celulares e baterias; separar plásticos, alumínios e papeis para a coleta seletiva (denúncia:perto da minha casa não tem nenhuma) ou ajudar pessoalmente algum catador que viva disto; doar os móveis ou eletrodomésticos velhos; não desperdiçar alimentos; reaproveitar para outros armazenamentos (ou doar para artesãs) as embalagens de vidro e de plástico e até mesmo gastar nosso dinheiro com consciência (os que podem vale a pena doar). São ações que prescindem de uma mudança de pensamento e de atitudes, mas certamente nós seremos os maiores beneficiados.

    Beijos para você e sua linda Pocahontas.

  2. Danclads Andrade
    Danclads Lins de Andrade 19 de Junho de 2011 11:19

    Denise, amiga, realmente é preocupante a quantidade de lixo e a escassez dos recursos naturais. Como você disse, temos que cuidar da nossa casa, este planeta a que chamamos Terra. Protocolos e Agendas (notadamente a 21) tem sido ratificados por diversos países e por estes mesmos países descumpridos. Esta mentalidade de que catástrofes naturais só acontece com o vizinho tem que acabar.

    PS: Denise, eu e ela (rsrs) retribuímos o beijo. A noite foi maravilhosa. Precisamos já pensar no próximo encontro.

  3. Denise 19 de Junho de 2011 17:43

    É verdade, Danclads, e que venham da próxima vez todos os outros de bom coração e alma leve. A noite foi agradabilíssima porque todos assim o foram. Uma honra muito grande ter conhecido a todos.
    Denise

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP