O Incêndio do Eu

Por Mário Gerson

Dentro de mim como qualquer coisa

A enfeitar-me a imensidão de trevas alheias,

Há um Nero que descarrega sua fúria

Sobre meus dias de solidão…

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo