O negócio do livro eletrônico, por Jason Epstein

“E, “com a eliminação de gráficas, distribuidoras e livrarias” – do processo todo –, leitores de livros eletrônicos pagarão cada vez menos, e autores de livros eletrônicos ganharão cada vez mais (enquanto muitos grupos editoriais simplesmente desaparecerão…)”.

aqui

ao topo