O pintor preguiçoso

Por Patricia Jota

Luiz Braga diz que não suja as mãos para “pintar” porque usa a luz. Durante seus 36 anos de fotografia, já flertou com o preto e branco, com o colorido e, agora, apresenta um trabalho inédito, que remete a uma floresta com a textura fria da água-forte. Nesta entrevista ele fala de seu percurso, suas invenções e reinvenções.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo