“O que foi, há-de ser”

Duas edições de importância histórica e qualidades inquestionáveis, a da revista Perigo Iminente e a fac-similar da conferência “Natal D’aqui há cincoenta annos”, de Manoel Dantas, cujo centenário ocorre este ano, foram lançadas ontem à noite na Siciliano pela Editora Flor de Sal. Edições caprichadas, como são todas da Flor de Sal, editora com pouco tempo de estrada, mas já com relevantes serviços prestados a nossa literatura. A revista traz textos, fotos, história em quadrinhos, poemas, redações e desenhos infantis com “desejos, delírios, profecias, projeções de Natal dagora a 50 anos”. Familiares de Manoel Dantas participaram dos lançamentos e o sobrinho Edgar Dantas fez um pequeno e emocionado discurso de agradecimento. Eu participo da coletânea com a crônica “O que foi, há-de ser”, que postei em PROSA.

ao topo