O que você quer ser quando crescer?

Por Romana Alves Xavier

Astronauta para pisar na lua, Guarda de trânsito, professor, mecânico Ou pintor para colorir a nossa rua?

Doutor para escutar o coração, Motorista, contador, dentista Ou músico de uma bela canção?

Engenheiro para dar vida ao desenho da casa, Prefeito, jogador de futebol, fazendeiro Ou piloto para voar sem asas?

Cientista para inventar um pouco de tudo, Delegado de justiça, alfaiate, escritor Ou bailarina para rodopiar pelo mundo?

Palhaço para fazer a platéia gargalhar, Mágico, juiz, jornalista Ou veterinário para dos animais cuidar?

Bombeiro para salvar na hora do apuro, Banqueiro, detetive, super-herói Ou jardineiro para plantar o nosso futuro?

Poeta para fazer rimar a melhor lembrança, Pescador, artista, atleta Ou nunca crescer para ser sempre criança?

Comentários

Há 2 comentários para esta postagem
  1. Romana Alves Xavier 6 de julho de 2010 16:37

    Gustavo, muito obrigada mesmo pelas críticas e sugestões!! Ainda bem que a lapidação é um processo eterno e eu sou apenas uma aprendiz. Então, tenho um futuro a escrever e aprender, não sou jovem nem velha, sou poeta.(isa…rsrs). Abç

  2. Gustavo de Castro 6 de julho de 2010 11:47

    romana, gostei e não gostei do seu poema. não sei se vc é jovem ou velha, não importa, o que for, tem grande futuro se se lapidar…. se vc me permite uma crítica… o poema não tem virada, surpresa, p. ex., no terceiro parágrafo já sabemos o que vamos encontrar no quarto, a rima é esperada e não surpreende… mas o poema é bom, cheio de luzes e imagens… No: “para dos animais cuidar?” está parecendo forçado, mereceria ser revisto. poxa, desculpe fazer todas essas observações. na maioria das vezes acho que deveria ficar calado, mas fui movido por seu jogo de palavras e dar a minha opinião. nao precisa levar em conta se não quiser. abçs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo