O resto é silêncio

De Francisco Brennand, por e-mail, para Fernando Monteiro:

“Prezado Fernando Monteiro,

Aqui na Várzea, Millôr Fernandes me disse que ficara encantado com o livro “Brennand”, de 1987, da Spala Editora, com o seu texto de análise crítica.

Escreveu-me ele: “É raro ver um texto crítico no Brasil com tal rigor e intensidade. O livro todo é magnífico. Parabéns a Fernando Monteiro. Foi minha leitura no avião de volta para o Rio”.

Reconheço em Millôr, um grande e admirável desenhista e pintor, porque ele pintava seus desenhos, transformando-os em quadros de uma sutileza digna de um pintor chinês.

Abraço do amigo,

Francisco Brennand”

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis + 11 =

ao topo