Obra “Recomendações a Todos” em novas páginas 30 anos depois

Quando a obra é boa ela não envelhece. Pelo contrário, com o passar dos anos, mantém-se ainda mais próxima do tempo presente e daqueloutro que ainda virá. É o que ocorre com o livro “Recomendações a Todos”, que após 30 anos do seu lançamento, em 1982, volta à tona numa nova edição do Caravela Selo Cultural. A autoria é do engenheiro civil, Alex Nascimento, também facilmente qualificado como um dos grandes escritores do Estado – seja na prosa, na poesia ou na boemia, que ninguém é de ferro. O relançamento será na quinta-feira, 12 de abril, no Restaurante Bella Napoli, na Avenida Hermes da Fonseca 960 – Tirol, a partir das 19h30, ao preço de R$ 30,00.

Como não bastasse a importância de um relançamento de uma obra que pode ser considerada “espelho” de uma geração que surgia em Natal, pronta para arrebentar com os padrões e o “canonismo” provinciano, a nova edição de “Recomendações a Todos” é permeada por outras artes, como a que brota do teatro de Henrique Fontes e sua turma, da vontade de um editor que não para de se reinventar, José Correia Torres Neto e de um escritor que se não está muito para badalações e badulaques, se deixa levar nem que seja para contrariar.

A orelha, a apresentação e o posfácio do livro se encarregam de contar essa história: o ator e diretor teatral, Henrique Fontes, tornou-se leitor precoce de Alex, no final dos anos 1980 e o imaginava um autor estrangeiro português. Quando chegou aos 90´s descobriu que Alex Nascimento era contemporâneo e vivia nos domínios de Natal mesmo. Nessa época, o escritor era para o ator uma espécie de “jornalista louco que denunciava absurdos e, literalmente, botava o pau na mesa”. Tirando o jornalista, até que ele não estava errado não. O fato é que Henrique Fontes tornou-se leitor e fã e num belo dia, surgiu a oportunidade de estar cara a cara com Alex, durante um Sarau Poético e o primeiro pediu ao segundo que adaptasse seu romance para o teatro. Ouviu do escritor a seguinte provocação: “Faça você”! E assim foi. O livro virou peça homônima, encenada pelos atores do Coletivo Atores à Deriva, dirigido por Henrique Fontes.

Com José Correia foi a mesma coisa: primeiro tornou-se leitor, depois fã e deixemos que ele conte o desfecho dessa história: “Em 2011, o ator Henrique Fontes, amigo estimado, contou-me sobre a montagem do espetáculo “Recomendações a Todos” . Foi aí que me aproximei, por definitivo, de Alex. E, em nossas conversas, atentamos para os trinta anos do livro que seriam completados em 2012. Fui logo jogando nos peitos: Vamos fazer uma edição comemorativa! E ele me perguntou: E quem vai ler essa porra? Não foi difícil convencê-lo da idéia”, resume o editor.

E eis o livro: que nesta nova edição se mistura à sua trajetória contada no teatro, com fotos da montagem da peça em cada capítulo. Inclusive, “Recomendações a Todos” em formato dramático, será encenado entre os dias 13, 14 e 15 de abril, na Casa da Ribeira, às 20h.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo