Obra-prima de Ubaldo ganha nova edição 

JORNAL O TEMPO

Lançamento celebra os 30 anos de publicação de “Viva o Povo Brasileiro”

São Paulo. Sucesso de crítica e público – 15 dias depois de lançado, já estava nas listas de mais vendidos – “Viva o Povo Brasileiro” faz 30 anos em dezembro, e a Alfaguara acaba de mandar para as livrarias uma edição comemorativa da obra, com nova capa e ensaio inédito do escritor Rodrigo Lacerda, filho do editor Sebastião Lacerda, e que encontrou Ubaldo algumas vezes. O texto em que Geraldo Carneiro diz que o livro é uma celebração da língua e de seus inventores, já publicado em outras edições, foi mantido.

Lacerda lembra em seu texto que a motivação de Ubaldo era a de escrever um livro grande – o que seria, também, “uma resposta à prevenção do pai contra livros ‘que não ficam em pé’ e um troco à provocação do editor Pedro Paulo Sena Madureira, que lhe teria dito certa vez: ‘Vocês escritores brasileiros só escrevem essas merdinhas que a gente lê na ponte aérea’”.

O pai de Lacerda foi a Itaparica pegar os originais que pesavam 6,2 quilos e resultaram num romance de mais de 600 páginas. Em sua apresentação, Lacerda conta como era o país à época em que “Viva o Povo Brasileiro” foi escrito e as condições sob as quais Ubaldo trabalhou na obra.

“João Ubaldo fez dele o grande entroncamento literário de sua carreira, onde todos os outros livros se encontram”. E completa: “É uma espécie de nave-mãe, que perde em velocidade para os deslocamentos das naves menores, mas paira majestosamente sobre elas. Nele, o que o escritor havia feito antes reaparece, e o que faria depois tem seu anúncio”.

Ficha

O quê. “Viva o Povo Brasileiro”, de João Ubaldo, Ed. Alfaguara (672pag., R$74,90).

Mais informações em: www.objetiva.com.br

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo