Odair José estava errado!

Essa é para quem foi na onda de Odair José:

*********

RIO – Não é preciso parar de tomar a pílula! Um dos maiores estudos já feitos sobre o método contraceptivo, divulgado nesta sexta-feira, mostrou que as mulheres que usam regularmente pílula anticoncepcional têm menos risco de morrer de algumas doenças, como alguns tipos de câncer e ataques do coração, e ainda não teriam mais riscos de morrer de outras doeças. A pesquisa, do Royal College of General Practitioners, foi feita com 46 mil mulheres do mundo todo durante 40 anos. O interessante é que quando os cientistas começaram o estudo, em 1968, eles partiram do princípio que a pílula fazia mal à saúde, e chegaram à conclusão de que não é preciso temer os efeitos colaterais do remédio.

As mulheres mais jovens, com menos de 45 anos, apresentaram um risco ligeiramente maior para câncer e problemas cardíacos, mas este dado foi compensado pelo menor risco entre as mais velhas. Além disso, o risco maior entre as mais novas desapareceu à medida que elas envelheceram: 10 anos depois de pararem a pílula, a diferença não existia mais.

O estudo mostrou que houve 52 mortes a menos a cada 100 mil mulheres-anos (um cálculo que leva em conta o número de mulheres e seu tempo de vida) entre as que usavam pílula comparadas as que nunca tomaram. Os índices mais altos foram entre as mulheres mais jovens, com menos de 30 anos, com 20 mortes a mais entre as que não usavam pílula a cada 100 mil mulheres-anos. E quatro mais mortes a cada 100 mil mulheres-ano entre aquelas de 30 a 39 anos. Entre 50 e 59 anos houve 86 mortes a menos entre as usuárias da pílula; e acima de 70 anos, 308 mortes a menos. Para o professor Richard Anderson, da Universidade de Edinburgh, os resultados são animadores. (O Globo)

Go to TOP