OLHARES

Por Bené Chaves

Em teus olhos eu vejo

o ontem tão risonho

o hoje de esperança

e o amanhã tristonho.

 

Em meus olhos tu vês

o amanhã de ilusão

o hoje tão ambíguo

e o ontem de razão.

 

E de supostas imagens

nos inebriamos de

verdades e mentiras.

 

Os meus olhos nos teus e

e os teus olhos nos meus.

 

Nossos amores e dores em

eternas e inflexíveis iras.

                                                               

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP