Opinião suspeita

É com satisfação que leio hoje a primeira de muitas participações do poeta, escritor e procurador federal (para ganhar o pão do cotidiano), Lívio Oliveira, nas páginas do bravo Diário de Natal.

No início da semana, os leitores puderam conferir a volta do professor de filosofia Pablo Capistrano no mesmo espaço de Opinião. Muitos outros virão. Sei porque foi este blogueiro quem entregou a lista de indicados.

Não sei, sinceramente, quem aceitou ou quais contatos já foram feitos. Mas os nomes são bons, reconhecidos e vão enriquecer ainda mais o jornal.

Aliás, na mesma página, numa sessão chamada Diário de Natal na História, a lembrança de que hoje faz exatos 54 anos da morte de Carmem Miranda. Essa fileira da memória publicada diariamente no DN tem resgatado fatos importantes que passam despercebidos. No fim de julho, por exemplo, ninguém lembrou do aniversário de morte de Cascudo.

A opinião é suspeita, mas cada vez mais tomo gosto pelo novo jornal e também sinto um gradativo acolhimento pelo leitor. E adianto: outras mudanças ainda virão. E pra melhor.

Acredito que música, literatura e esporte são ansiolíticos dos mais eficazes; que está na ralé, nos esquisitos e incompletos a faceta mais interessante da humanidade. [ Ver todos os artigos ]

Comments

Be the first to comment on this article
  1. Raíssa 6 de Agosto de 2009 13:45

    Boa sorte pra você nessa nova empreitada. O jornalismo impresso está mesmo carente de bons textos.É bom saber da coisas boas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP