Os escribas cresceram

Por Maria Betânia Monteiro

Os escritores Patrício Júnior, Daniel Minchoni, Thiago de Góes e Carlos Fialho inauguraram uma nova fase da literatura potiguar: a da produção independente. Escritores natos, jovens e idealistas, eles não aceitaram ficar fora das prateleiras e resolveram criar o próprio selo, os “Jovens Escribas”.

aqui

Comentários

There is 1 comment for this article
  1. Denise Araújo Correia 20 de janeiro de 2011 13:40

    Acessei o blog do Carlos Fialho, porém não vi canal para enviar comentário.
    Gostaria de obter contato para comprar a camiseta.
    Se algum dos jovens escribas estiverem lendo este post…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo