Os mortos estão ao meu lado

Por Horácio Paiva

 

de pires na mão esperais

a revolta que não chega

 

os mortos estão ao meu lado

mas se recusam a combater

 

talvez não mais acreditem

em petardos e heróis

ou porque estando mortos

não tenham mais vida a perder

 

o tempo passou para eles

e se passou para eles

passou também para mim

Comentários

There is 1 comment for this article
  1. Anchieta Rolim 29 de outubro de 2014 12:07

    Um dos melhores poemas que eu já li. Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo