Parem de estocar goma de mandioca e flocão de milho

Por Tácito Costa

Teoricamente a eleição deveria ter acabado em novembro. No entanto, nas redes sociais ela continuou em marcha. Virulenta como foi até novembro. Agora, buscando-se o terceiro turno e chegando às ruas, novamente, tendo a frente gente como o comerciante Silas Malafaia, que está hoje nos jornais impressos convocando os fiéis para a manifestação de domingo.

Por mais descalabro que tenha se cometido na Petrobras, e por mais decepcionado que se esteja com Dilma, é muito improvável que quem votou nela (falo do voto mais ideológico) saia as ruas de mãozinhas dadas, segurando cartazes e gritando palavras de ordem com Malafaia, Bolsonaro, os velhinhos do Clube Militar, a “bancada da bala”, os grupos protofascistas, que pululam nas redes sociais, e os eleitores do PSDB e do DEM.

É da lavra desses protofascistas o terrorismo nas redes sociais. Teve aquele boato do congelamento da poupança pela Caixa e mais recentemente eu recebi uma mensagem de um cara se identificando como “sargento”, não sei de que força armada, recomendando que as pessoas estocassem alimentos porque está em curso uma “intervenção militar de direita” que será combatida por uma “intervenção militar de esquerda”.

Lembrou-me cartazes portados por alguns tresloucados em manifestações recentes defendendo “uma intervenção militar institucional”. Um verniz, uma vaselinazinha para o velho e manjado golpe militar latino-americano. Essas posições – vindo de onde vem – não me surpreendem. Surpreso mesmo eu fiquei outro dia no Facebook quando um jornalista, que eu tinha como equilibrado, manifestou simpatia por um golpe militar. E eu contei até dez pra não bloqueá-lo imediatamente. Mas, da próxima não escapa.

Ainda no tal áudio que recebi no WhatsApp, o sargento informava que as forças armadas se encontram desaquarteladas infiltrada na sociedade de maneira disfarçada. Você pode achar que não tem quem acredite numa história da carochinha dessas. Mas tem. Uma colega aqui do trabalho me disse que a mãe dela manifestou preocupação com a situação pintada pelo sargento.

E eu não duvido que muita gente tenha comprado um monte de flocão de milho, para o cuscuz, e goma de mandioca, para fazer tapiocas esperando o embate entre a “intervenção militar de esquerda” e a “intervenção militar de direita” – rs.

Será que foi devido à estocagem feita pelos incautos que a goma de mandioca aumentou tanto de preço? Rs. Por favor, parem com isso, estoquem outra coisa que eu não passo sem tapioca e cuscuz – rs.

O texto manda na gente. É fato.

Eu ia escrever sobre o descalabro que é o quilo de goma custar R$ 2,99 no “Mercadinho de Júnior”, ali na Vigário Bartolomeu, uma tradição que vem de mãe pra filho, a dele e a minha, e R$ 4,57 na maior rede supermercados da cidade, que deve comprar uma quantidade cem vezes maior para revender e teoricamente teria condições de vender por um preço menor. Sim, o mercadinho é formal, paga os mesmos impostos que as grandes redes pagam. Uma diferença de preço que ultrapassa os 50%.

Acabei me metendo nessa briga política sem fim. Que assim seja!

Comentários

Há 6 comentários para esta postagem
  1. Daniel Rezende 13 de março de 2015 15:49

    Amigo Tacito, falta é Goma (tapioca) e cuscuz (flocos de milho) na alimentação de muitos políticos… sugiro aos pesquisadores da área nutri-sociologica (se é que existe isso) – da saúde mesmo!, uma frente de estudos sobre a falta, ou ausência, destes ingredientes na vida e nos discursos/práxis dos nossos politicos, notadamente destes que deixaram a goma azedar… e no circuito das tapiocas, lembro que no Mercado do Lucas, Petrópolis, tem a Dona Francisca, Vó das tapiocas, que com suas mãos decanas e já formatadas por tanta prática de preparo, brinda-nos com uma tapioca com coco fenomenal… custa o que tem que custar: saúde ao corpo, mente e politica. Será?! vale conferir. rs

  2. Danclads LIns de Andrade 13 de março de 2015 10:49

    Concordo com o que dissestes acima Tácito. Não votei e não voto em ninguém, pois não vi quem esteja à altura da minha confiança. Mais o descalabro está grande. O que aconteceu na Petrobras é uma vergonha, um absurdo. Mas, tem gente falando besteira. Vi um homem um dia desses numa fila de banco, dizer que era bom que houvesse impeachment, para haver uma nova eleição. O desconhecimento da Constituição e da história chega doer nos ouvidos.

    Em primeiro lugar que se houver impeachment (que eu não acredito) quem assume é o Vice-Presidente da República, atualmente o Sr. Michel Temer, pois assim fala a Constituição Federal (art.86 e seguintes) e há toda uma escala sucessória da Presidência da República: Vice-Presidente da República; Presidente da Câmara dos Deputados; Presidente do Senado Federal e Presidente do Supremo Tribunal Federal.

    A frase descabida do cidadão, pugnando novas eleições após um improvável impeachment, demonstra, ainda, o desconhecimento da história, pois quando o Presidente Collor foi impedido de exercer as funções políticas, foi o Vice-Presidente Itamar Franco quem assumiu,

    Tem muita falácia, muitos aproveitadores que nestas horas inflamam discursos em prol de ganhos e vantagens pessoais, mesmo que tenham que distorcer fatos.

    Obs.: Aqui no mercadinho perto de casa, a goma está custando R$ 3,59 e o flocão não passa de R$ 1,00.

  3. Gustavo Mociaro 13 de março de 2015 11:10

    Amigo Tácito, só digo que você tem mais é que ficar feliz.
    Já eu, que fui pra essas terras e me viciei, agora de volta pra SP já cheguei a pagar R$12 no quilo da goma.
    Quanto a política, vamos ver no que vai dar, torcendo por um futuro mais estável. Enquanto isso vou comendo minha tapioca.

    • Tácito Costa 13 de março de 2015 9:18

      Rapaz, se ficar desempregado vou comprar aqui pra revender aí – rs. Abs, amigo.

  4. Alberth Palhares 13 de março de 2015 0:13

    Excelente a sua posição, meu amigo Tácito. As pessoas acham que os militares são intocáveis, puros e totalmente imunes a corrupção (e olhe que venho de família militar). Livros de história neles!

    Ah, e enquanto a tapioca, indico a de carne de sol da padaria Estrela D'alva aqui nas Rocas, custa R$3,50 e é uma delícia hahaha. Forte abraço!

    • Tácito Costa 13 de março de 2015 9:17

      Albert, sou freguês da Estrela Dalva, quase todo domingo tomo café da manhã nela. abs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo