pau

Por Gustavo de Castro

É muita cara-de-pau do Crispiniano dizer essas baboseiras todas em tom blasè, achando que alguém acredita nele ou nas suas “boas” intenções. O que ele quer? Vá escrever seu livro néscio, ora bolas, vá mentir dizendo que lutou pela Cultura do RN, ora bolas, tentando justificar o injustificável…

Comments

There is 1 comment for this article
  1. Lívio Oliveira 26 de Janeiro de 2011 8:49

    “O livro que vou escrever sobre a experiência de quatro anos à frente da cultura tem muito o que dizer e deverá ter muito mais, a depender do tom das provocações.” (do artigo de Crispiniano Neto)

    Achei de muitíssimo mal gosto a ameaça acima. Se quer falar, fale. Pode e deve. Não pode ser um “blefe”. Já tivemos outros exemplos dessa ordem e não foi bom pra ninguém. Gente que espalhava ao vento a afirmação de que “diria tudo, tudinho” nos seus escritos encadernados. Sabem de quem falo? Sabem no que deu? Em nada, além da venda de livros, aumentada artificial e falsamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP