O que pensar da proposta do MEC para a Base Nacional Comum Curricular?

Com o intuito de definir quais são os ‘objetivos de aprendizagem’ a serem considerados na elaboração de projetos pedagógicos de escolas e a grade curricular na educação infantil, ensino fundamental e ensino médio, o governo
recebe até 15 de março observações ao texto preliminar da Base Nacional Comum Curricular ­ BNCC.

Leia a opinião do professor e colaborador deste Substantivo Marcos Silva.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − quinze =

ao topo