Penso, logo desisto

O homem preso no buraco fundo se desespera quando ainda jogam areia nele. Só depois percebe que a medida que a areia cai, o buraco diminui e ele consegue sair. Mas sair pra junto dos filhos da mãe que jogam areia na gente? Melhor a solidão do buraco.

Comentários

Seja o primeiro a comentar
  1. Carlos Augusto [Floyd] 9 de novembro de 2009 16:33

    Olha essa histórinha:

    Era uma vez um pardal cansado da vida…. Um dia, resolveu sair voando pelo mundo em busca de aventura. Voou até chegar numa região extremamente fria e foi ficando gelado até não poder mais voar e caiu na neve. Uma vaca, vendo o pobre pardal naquela situação, resolveu ajudá-lo e cagou em cima dele. Ao sentir-se aquecido e confortável, o pardal começou a cantar. Um gato ouviu o seu canto e foi até lá, retirou-o da merda e o comeu…..

    MORAL DA HISTÓRIA:

    1)Nem sempre aquele que caga em cima de você é seu inimigo;
    2) Nem sempre quem tira você da merda é seu amigo;
    3) Desde que você se sinta quente e confortável, mesmo que esteja na merda, conserve seu bico fechado!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo