Philomena ou o ator como autor

Por José Geraldo Couto

Philomena, diga-se logo, é um filme extremamente interessante e agradável como costumam ser os trabalhos de Stephen Frears. Um tanto impessoal, também, uma vez que Frears parece ser daqueles diretores…

aqui

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP