Pílulas para o Silêncio (Parte CXXII)

Vuela mi corazón
unido con los pájaros
y deja entre los árboles
un invisible rastro
de alegría y de sangre.
(José María Hinojosa, em “Pasión sin limites”)

Uno-me aos pássaros, por não saber, pura consumição, levar para os ares as minhas asas de sangue, alegria e angústia.

***

Será que, na volta que os pássaros farão, sobre as árvores eles as minhas mágoas deixarão?

***

Se, nas nuvens de outrora, o rastro meu de angústia e dor for invisível, as nuvens pejarão, mas vocês, aqui da terra, nada perceberão.

***

Caso as nuvens transbordem e os pássaros festejem o coração de uma nova primavera, eu cá poetizarei, regando de palavras e rimas o chão de tão profético dia.

clauderarcanjo@gmail.com

Professor, contista, poeta, cronista. [ Ver todos os artigos ]

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP