Pluralistas, à luta

No Dia dos Namorados, uma lista de mulheres lindas e interessantes que estão solteiras.

aqui

Do editor

Não tenho cacife pra essa disputa, deixo para os galãs do SP, Monteiro, Marcos, Jarbas, o Damata também tem grandes chances.

Comentários

Há 6 comentários para esta postagem
  1. João da Mata 13 de junho de 2011 8:32

    Querida Helena, de algum cantão na Suça e nós aqui nesse cantinho.
    Sinta-se fortemente abraçada. Aqui faz muito calor ,
    Gostei do seu poema e gostei da referencia a Ipathia, grade matemática nos estertores de Alexandria, o farol de mundo na antiguidade.
    Fale um pouco de voce e publique aqui seus poemas e loas.

  2. Helena Wust 13 de junho de 2011 7:32

    Nao sei quem voce e mas gostei de seu comentario

    De minha parte citarei as Lou Andreas Salome ; Bertha von Pappenheim; Camille Claudel ; a irma de Mendelsohn , e IPATHIA ( ver o filme de Amenabar ” AGORA” ( o personagem nao e ficiticeo )

    abraço Helena Wust

  3. Marcos Silva 12 de junho de 2011 20:50

    Quer dizer que só eu gostei de ser incluído na categoria galã? Oba! Malvino Salvador que se cuide!

  4. João da Mata 12 de junho de 2011 13:52

    Tô nessa.. amigo.
    Muito que aprender com voce

    Tanta gente solteira e vemos mais os casais.
    O amor é a coisa mais importante da vida e por ele tudo vale.
    Quanta literatura não foi feita em homenagem a ela.
    Alem das belas mulheres substantivas . dedico esse dia lindo a Molly Bloom, Madame Bovary, Capitu, Ana Karenina e a todas mulheres que fizeram a vida de Joyce menos penosa. Sylvia Beach, Weaver, etc
    Dedico tb á filha de Joyce , Lucia, com sua esquizofrenia. Como Joyce so. Beckett ainda namorou ela e Yung não a entendeu.

    ” Um homem de gênio não comete erros. Seus erros são voluntários e são portais da descoberta”

    São Epifanias

    Por isso amamos

  5. Rilke Vieira 12 de junho de 2011 12:15

    também não tenho condições de competir com esses galãs apontados pelo editor.
    mas… fica o registro, por um dever de justiça.
    nem uma das citadas na matéria batem a nossa nina, ela ganha de todas com folga. edjane, conte comigo nessa empreitada para trazer a poeta para este café do dia 18, será que posso levar john comigo? esse negócio de café é para o dia seguinte, pra curar a ressaca, mas estarei lá, guardem o meu lugar.

  6. Jarbas Martins 12 de junho de 2011 11:39

    poeta galã, tácito, me tira dessa. nem acho que o epíteto caia bem em fernando monteiro ( que poeta refinadíssimo ) e joão da mata.e por falar em galanteios, dias dos namorados e coisas afins, tentei, de forma irônica e intencionalmente kitsch,
    falar do amor, usando o soneto (uma forma que se presta a isto), e aproveitando essa zoeira consumista que se chama “Dia dos Namorados”. minha mulher que me desculpe: não curto isso. mas ela e grande parte das mulheres que conheci- adoram este tipo de celebração. que fazer?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo