Poemas

Meu Olhar
Meu olhar a desnudou.
Suas palavras a cobriram.
Espero pelo seu streap- tease.
Até ficar nu esse poema.

******

Procura

Procuro o sentido da vida nessa busca extensão.
Os elos perdidos dessa relação.
Misturar nesse amor: alegria, prazer e solidão.

********

Sou tantos e nenhum

Sou pataxó, tapuia e caicós
Sou tantos e nenhum
Sou da rua e da mata
Sou múltiplo e comum
Sou todas as fases da lua
Crescente, nova te amando
Mesmo minguante
Sou puto e professor
Sou tímido e espalhafatoso
Sou cangaceiro e beato
Sou crédulo e não tenho
Nenhum credo
Sou finito ilimitado
Sou calado e falante
Sou você e sou ninguém
Sou amante solitário

Físico, poeta e professor [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Há 2 comentários para esta postagem

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo