Poesia seqüestrada

Por Renato Rezende

{De Carlos de Souza, por e-mail}

Apenas aqueles muito jovens ou muito ingênuos ignoram que obras de arte, sejam elas literárias ou de qualquer outro gênero, não são entidades universais e autônomas, nascidas do nada, ou Nonada (como Guimarães Rosa inicia sua obra máxima), indiferentes às condições históricas que as produzem e aos valores das classes sociais que as canonizam e fruem.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 1 =

ao topo