aluizio mathias

Poeta ALUÍZIO MATHIAS: Plenitude solidária

Plenitude Solidária

 

Há um certo tempo sombrio

Mas tem uma plenitude, a porvir

 

Há o seu desejo de sentir

Tem a solidariedade do sonho

 

Há o medo arisco do medonho

Só a amizade forte, vai vir

 

Essa inquietude é tristonha

Mas quando a unidade ganha

 

Sólidos amores plenos

Céus, mares, terrenos

Muitos corações, a convergir…

(Aluizio Mathias)

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 − dezesseis =

ao topo