Poeta Bianor Paulino faleceu

Poetas Moacy Cirne (esq.) e Bianor Paulino no Beco da Lama

Por Sérgio Vilar

O poeta e professor Bianor Paulino faleceu. A notícia me foi dada agora há pouco pelo presidente da Samba, Augusto Lula, via e-mail. Bianor era ilustre frequentador do Beco da Lama. Formado em Letras e Filosofia, seu nome figura em antologias poéticas e crônicas nos jornais da cidade. Tem intimidade com a poesia visual, com o poema processo. Nunca troquei palavra com o professor. Mas pelos elogios, pareceu ser uma grande figura humana. E esse mês de janeiro está estranho, muito estranho.

Comentários

Há 12 comentários para esta postagem
  1. Pingback: //////////B.l.o.g...d.o...C.a.r.i.t.o//////////// ///////////////// Como um pássaro que fareja ilhas poéticas
  2. Pingback: Tribuna do Norte | Abelhinha - Ao poeta Bianor Paulino

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − treze =

ao topo