jean sartief

Poeta JEAN SARTIEF: Alpendre

Alpendre

O catavento,
antigo,
segreda no meu ouvido
que colho tempestades.

Alvoroço.

Do alto,
o avanço do vento
joga folhas
no alpendre vazio.

(Jean Sartief)

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 − sete =

ao topo