Por que o Brasil não votou contra a Líbia e a Síria?

Por Alon Feuerwerker

Porque prefere caminhar sobre o fio da navalha a arriscar o carimbo de amigo da Europa e dos Estados Unidos. Mas tampouco tem coragem para bater de frente. Como faz por exemplo Hugo Chávez.

aqui

Comentários

There is 1 comment for this article
  1. Daniel Menezes 7 de outubro de 2011 1:24

    FEuerwerker é um dos melhores analistas políticos do Brasil. Sempre matando a pau.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 + três =

ao topo