Por que o Irã?

Por Emir Sader
Carta Maior

O Irã continua a ser o país privilegiado do “eixo do mal”, extinto formal, mas não realmente, pelos EUA. Está acompanhado pela Venezuela, pela Bolívia, pelo Equador, além da Coréia do Norte, entre outros.

Por que o Irã? Pelos critérios mencionados por Hillary Clinton, não dá para entender. Risco de possuir condições de fabricar armamentos nucleares? Israel assume abertamente que possui esses armamentos e ameaça, semanalmente, bombardear justamente o Irã.

Risco de se tornar uma ditadura? E o que são países como a Arábia Saudita ou o Egito, senão ditaduras?

De que o Irã representaria um risco para seus vizinhos? O Irã não invadiu nenhum outro país, nem ocupa algum território estrangeiro. Já Israel ocupa territórios palestinos há mais de quatro décadas e comprovadamente possui armamento nuclear.

O Irã é um Estado religioso, islâmico, que privilegia os xiitas. Mas Israel é um Estado judeu, sem constituição, mas que privilegia os judeus e faz dos palestinos (1/4) da população, cidadãos de segunda classe.

Por que dois pesos e duas medidas? Simplesmente porque Israel é o aliado privilegiado dos EUA na região – o país que recebe a maior ajuda dos EUA no mundo -, enquanto o Irã é opositor aos EUA. Simplesmente isso. Para confirmar, por que Hillary não critica a ditadura existente na Arábia Saudita ou no Egito – este, o segundo em ajuda militar norteamericana? Porque são aliados fiéis aos EUA.

O que significa o Tratado das armas nucleares? Não um Tratado de desnuclearização, mas de não proliferação de armas nucleares. Isto é, os que têm armas nucleares, tratam de impedir que outros as tenham. A China arrombou essa porta e ingressou imediatamente ao Conselho de Segurança, quando fabricou armamentos nucleares. É evidente que o Paquistão, a Índia, Israel, possuem armamento nuclear. Os EUA não apenas têm uma atitude completamente diferente da que têm em relação a Israel, como apóiam militarmente – inclusive em termos nucleares – esses países.

A luta tem que ser pela desnuclearização. Para que um país necessita ter armas nucleares? Com que objetivo?

A não proliferação busca proteger o poderio nuclear das grandes potências, as que estão mais envolvidas em guerras e em fabricação de armamentos. A desnuclearização luta pelo fim das armas nucleares. A começar pelos que detêm os maiores arsenais do mundo.

ao topo