Por um Sindicato dos Jornalistas combativo e antenado com a realidade

 

Na foto, Rudson, Anna Paula, eu e Iano

Muito tempo depois, volto a fazer parte de uma chapa para o Sindicato dos Jornalistas do RN, onde já exerci os cargos de vice-presidente e membro da comissão de ética. Uma turma nova, cheia de idealismo e vontade de trabalhar e a identificação política com a maioria dos integrantes, convenceram-me a participar. Mais uma vez sou honrado com o convite para integrar a comissão de ética, onde espero poder contribuir com minha experiência profissional e de vida.

Os desafios para a categoria, que nunca foram pequenos no estado, agigantaram-se nos últimos anos, com o enxugamento das redações e fechamento de vários jornais impressos importantes em Natal e Mossoró. As tentativas de migração do jornalismo impresso local para a internet ainda não deram os resultados esperados. Alguns poucos portais resistem e lutam para viabilizar-se financeiramente.

A fórmula para garantir essa sobrevivência ainda não foi descoberta. Esta busca é o santo graal do jornalismo contemporâneo. Até agora, não se descobriu ainda como garantir a sustentabilidade dos veículos. Enquanto isso, o desemprego avança rapidamente entre a categoria, apesar do piso pago no Rio Grande do Norte ser um dos mais baixos do Brasil.

As ameaças à profissão são muitas, complexas, e vem de todo lado. É o caso da internet, que abriu espaço para temerários empreendedores. Com seus blogs, sites, programas de rádio e tv, esses camelôs de notícias levam as noções e conceito de jornalismo a um patamar jamais alcançado. Paralisados e indignados, velhos e novos jornalistas de formação assistem a tudo sem saber o que fazer.

Nesse contexto complicadíssimo, precisamos de um sindicato combativo e antenado com nossa realidade corporativa e a do país, que possa oferecer – ou pelo menos tentar – respostas e saídas para a crise que se abateu sobre todos nós. Por acreditar que isso é possível é que aceitei fazer parte da chapa 2, “Reaja, Jornalista!”, encabeçada pela jornalista Anna Paula Andrade. Sinto-me bem e representado por esse grupo, que inclui alguns amigos de velhos carnavais. Peço que a categoria preste atenção nos nomes e nas propostas e reflita antes de decidir em qual chapa vai votar.

Chapa 2 – Reaja, jornalista!

Em defesa da valorização profissional e da liberdade de expressão

Presidente

Anna Paula Andrade

Sec Geral

Alex Regis

Adm e Finanças

Ana Paula Costa

Interior

Paiva Rebouças

Comunicação e Cultura

Cleo Lima

Lenilton Lima

Formação e Mobilizaçao

Anderson Barbosa

Aldair Dantas

Conselho Fiscal

Iano Flávio

Marcos Bezerra

Conselho de Ética

Tácito Costa

Raí Lopes

Rafael Duarte

Buca Dantas

Rudson Soares

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo