Porque é preciso dizer “sim” ou “não”

Janet Malcolm

Por Paulo Roberto Pires

O ruim nessa polêmica das biografias é que uma real e complexa discussão sobre os limites de um biógrafo mascara uma campanha estreita pela manutenção de privilégios.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo