Pós para professores da rede pública

Li notícia sobre apoio do Ministério da Educação para professores da rede pública cursarem pós-graduação (mestrado e doutorado) EM UNIVERSIDADES PRIVADAS.

Repito a informação:

Li notícia sobre apoio do Ministério da Educação para professores da rede pública cursarem pós-graduação (mestrado e doutorado) EM UNIVERSIDADES PRIVADAS.

Apoiar a pós-graduação de professores da rede pública é ótimo. Não entendi o espírito da coisa: apoiar em universidades privadas.

Memoriol: a pós-graduação brasileira tem seus principais nichos de excelência na universidade pública. Existem ótimas universidades privadas com pós-graduações de excelência mas são minoria – PUC, FGV e pouco mais. Por que a ênfase no apoio da pós graduação de professores da rede pública EM UNIVERSIDADES PRIVADAS e não em universidades de excelência tout court?

Hipótese generosa: as vagas disponíveis nas universidades públicas são escassas e muito concorridas, os professores terão mais chance procurando as universidades privadas. Lembro que aquelas universidades privadas com pós-graduações de excelência são tão concorridas quanto as universidades públicas! Investir na universidade pública para ampliar a pós-graduação ali instalada não foi cogitado?

Hipótese deprimente: o anúncio, sob o signo da generosidade, representa uma grande injeção de dinheiro e ânimo nas universidades privadas com pós-graduação, garantindo um público que terá as mensalidades pagas pelos cofres públicos.

É bom botar a boca no trombone: luxo para todos! Queremos universidades de excelência para os professores da rede pública fazerem pós-graduação. Se forem públicas, já são pagas pelo dinheiro público. Se forem privadas (MAS DE EXCELÊNCIA: PUC, FGV E SIMILARES), haverá bolsas.

Nasci em Natal (1950). Vivo em São Paulo desde 1970. Estudei História e Artes Visuais. Escrevo sobre História (Imprensa, Artes Visuais, Cinema Literatura, Ensino). Traduzo poemas e letras de canções (do inglês e do francês). Publiquei lvros pelas editoras Brasiliense, Marco Zero, Papirus, Paz e Terra, Perspectiva, EDUFRN e EDUFRJ. Canto música popular. Nado e malho [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 2 =

ao topo