[POTIRATURA] Troféu Cultura 2021 – Indicados da categoria Literatura

Recentemente foi aberta a temporada de votação para o Troféu Cultura 2021. O intuito da premiação, segundo os seus organizadores, é “dar visibilidade ao artista potiguar”, reconhecendo, valorizando e promovendo a cultura do Rio Grande do Norte. Vale lembrar que o exitoso galardão já vem sendo realizado a mais de quinze anos, condecorando personalidades nas áreas de dança, música, artes visuais, produção cultural, literatura, audiovisual e artes cênicas, além de Artista do Ano. O escrutínio segue aberto até quinze de agosto e o anúncio dos vencedores acontecerá em evento virtual a ser transmitido no próximo dia dezenove.

Na categoria Literatura, abrangendo trabalhos realizados entre 2019 e 2020, foram indicados os livros “Nísia floresta presente: uma brasileira ilustre”, de Constância Lima Duarte; “2020”, romance de David de Medeiros Leite; “Antonio de Souza (Polycarpo Feitosa): uma biografia”, de Manoel Onofre Júnior; “De repente a vida acaba”, de Clotilde Tavares; e “Mulheres fantásticas”, contos de Clauder Arcanjo.

Em “Nísia Floresta presente: uma brasileira ilustre”, a professora e pesquisadora Constância Lima Duarte escreve sobre os primeiros anos e formação desta que é considerada a primeira feminista da América Latina, além da sua consciência social, o seu projeto educacional, o retorno ao Brasil, humanismo e viagens, entre outros assuntos.

Mossoroense David de Medeiros Leite estreia no gênero com romance “2020”, escrito em primeira pessoa e classificado pelo próprio narrador como um livro de memórias.

“2020”, estreia do mossoroense David de Medeiros Leite no gênero é escrito em primeira pessoa e classificado pelo próprio narrador como sendo um livro de memórias. A ação romanesca é movida pelo sonho de infância da personagem central: “encontrar a botija que estaria enterrada em determinado lugar, apontado por um Frei da Ordem Carmelita”.

“Antonio de Souza (Polycarpo Feitosa): uma biografia”, do crítico literário Manoel Onofre Júnior, por sua vez, tenta resgatar do injusto ostracismo a figura do autor de “Gizinha”, através de seções sobre a vida e obra do intelectual, sua passagem pelo Governo do Estado, anexos de cartas, capas de obras e etc.

Com “De repente a vida acaba”, Clotilde Tavares envereda pelo romance em narrativa que aborda questões internas de suas personagens, como: “Maria Eulina, aposentada, vivendo na época atual, e Aline, sua amiga do passado, com quem dialoga através de um texto deixado pela última”. “[…] Escolhas femininas – a mulher reprimida, a dificuldade de lidar com o destino traçado pelos pais, a liberdade conquistada e o que fazer com ela, o casamento e o aborto, a doença e os filhos, os ciúmes e as paixões, o sexo e o desejo, as farras e as bebedeiras”, além de humor e ironia, um misto de realidade e ficção em “situações que são, ao final, profundamente humanas”.

Por fim, “Mulheres fantásticas”, reunião de dezoito contos escritos pelo cearense-potiguar Clauder Arcanjo. Os textos possuem “como figura central uma mulher de comportamento e de habilidades únicas, absolutamente incomuns, levando-as a agir como elementos da natureza, como objetos, como animais, tudo se desenrolando com leveza, com doçura, até com bom humor, por maior que seja o drama. Como espelho dessas poderosas senhoras, o autor coloca figuras masculinas que terminam por se revelar ora frágeis, ora gentis, apaixonados por elas, mas incapazes de realmente compreendê-las em toda a sua sensibilidade”.

Thiago Galdino nasceu em 1993, em Mossoró (RN), cidade onde reside. É autor da novela policial "Suspeitas de um mistério" (Ed. Multifoco, 2012) e organizador da coletânea "Novos contos potiguares" (CJA Edições, 2017), além de ter coordenado a antologia poética "Quarenta em quarentena" (Edição do Autor, 2020), em formato de e-book. Colabora em jornais, revistas, portais literários e mantém o Canal Potiratura, no Youtube. Desde de 2015, é sócio efetivo do Instituto Cultural do Oeste Potiguar (ICOP). [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo