Prefeitura acaba o ENE e anuncia o ELE

A Prefeitura acabou o Encontro Nacional de Escritores, que ocorreria em Natal no próximo mês e foi um dos projetos marcantes na área cultural da administração anterior. O evento vinha sendo realizado há quatro anos e em que pese críticas pontuais, inclusive minhas, era de muita relevância para a cidade e seus escritores e leitores.

No lugar do ENE a Prefeitura anuncia para março próximo o ELE – Encontro Lusófono de Escritores. Como tudo foi decidido numa reunião hoje, não se sabe detalhes de como será esse ELE, que espero não acabe num oito, como aconteceu com a revista de jornalismo cultural Brouhaha, que mudou de nome para Ginga, e que não saiu um número sequer até hoje.

Teoricamente pode ser um avanço o aumento da abrangência do encontro, passando a incluir autores de língua portuguesa de outros países. Mas uma coisa é a intenção, outra bem diferente é a realidade. A coordenação do novo evento continuará com a escritora e atriz Cláudia Magalhães, que já estava com tudo pronto para o ENE.

As informações são de que os convidados para o ENE serão mantidos para o ELE (claro, quem não tiver agendado outras coisas no período).

De ontem para hoje circulam muitos boatos acerca da situação da Funcarte, que, tudo indica, sofre tentativas de esvaziamento. O Projeto teatral/musical Natal em Natal, por exemplo, deixará de ser realizado pela Funcarte e ganhará coordenação de Iraci Azevedo, com experiência na área carnavalesca (Carnatal).

Enfim, as notícias oriundas da Funcarte são preocupantes.

Go to TOP