Prisão de Assange: Não é o Estado a abraçar o feminismo. É o Estado a afrontar, agredir o feminismo.

Por Maria Frô

Qualquer feminista em sã consciência sabia que a prisão de Assange nada tinha a ver com a proteção das mulheres ou o combate da violência contra as mulheres. Este texto contundente de Naomi Wolf deixa bastante claro o uso político que Inglaterra e Suécia, a serviço dos Estados Unidos, fizeram da denúncia de ‘estupro’ por Assange para impedir o trabalho dos wikileaks. Ao mesmo tempo, ela denuncia como direitos humanos não significam nada para esses países quando as vítimas são reais: mulheres desempoderadas.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo