Projeto do Carnaval de Natal é aprovado na Lei Estadual de cultura

Sim, parece meio incompatível, mas foi exatamente isso que o título informa. A Fundação Cultural Capitania das Artes, o órgão responsável pelas diretrizes da cultura municipal, inscreveu um projeto na lei estadual de incentivo à cultura. Ou seja: um órgão público estadual irá patrocinar projeto de um órgão público municipal. Isso sem parceria oficialmente firmada.

Na minha opinião, o fato denota certa distorção. Penso que a lei sirva de ponte entre poder estadual e iniciativa privada, com o lance do estímulo ao patrocínio das artes pela renúncia fiscal. Por outro lado, acredito em uma grande sacada de marketing da Fundação Zé Gugu, muito embora, totalmente despretenciosa, já que a Comissão da lei é quem julga os processos.

Ou seja: se a Fundação não quis nem planejou este patrocínio, a Comissão aprovou o projeto e agora o Estado é responsável por mais de um terço do orçamento do carnaval municipal. Se souber elaborar um belo marketing para divulgar isso, pega uma carona bacanérrima em um evento organizado, já bem publicizado e com grandes atrações nacionais. É saber tirar proveito.

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo