Projeto de autossustentabilidade retomará lojinha de souvenires no TAM

Mais uma ideia do diretor do Teatro Alberto Maranhão, Toinho Silveira, em tornar o TAM autossustentável. Ou seja: independente da verba destinada pelo Governo do Estado via Fundação Zé Gugu. Em anos ou momentos de crise, tal qual atravessa esse início de gestão, dada a situação caótica deixada pelo último governo, ou mesmo a falta de apoio da Fundação com o Teatro, nada mais oportuno que medidas como essa.

Claro, uma lojinha de souvenires não trará independência ao TAM. Mas essa iniciativa, aliada a outras ideias, a exemplo dos telões instalados no Teatro para atrair patrocínios mais vultosos, entre outros projetos para preencher as pautas do Teatro, trazer dividendos e manter o TAM sempre aberto, preservado e atraente ao patrocinador, ao turista e, claro ao grande público.

Toinho viajará a São Paulo nos próximos dias para adquirir CDs das grandes orquestras do Brasil e do mundo, além de outros materiais remetentes à imagem de um teatro tradicional. A ideia é também inserir a marca do Teatro em camisetas, broches e outros souvenires, além de colocar publicações produzidas pela Gráfica Manimbu (livros, revista Preá, etc), administrada pela Fundação José Augusto, nas prateleiras da loja.

E é bom frisar: a iniciativa de Toinho – viagem e aquisição de material – será feita com recursos próprios do diretor. “É uma vontade minha movimentar e tornar o Teatro autossustentável. Então, acho que com um empurrãozinho inicial essa lojinha engrena e passa a gerar receita ao Teatro, além de divulgar a marca do Governo do Estado, através do TAM e do trabalho realizado pela Gráfica da Fundação José Augusto”, ressaltou Toinho Silveira.

Foto: Canindé Soares

Jornalista por opção, Pai apaixonado. Adora macarrão com paçoca. Faz um molho de tomate supimpa. No boteco, na praia ou numa casinha de sapê, um Belchior, um McCartney e um reggaezin vão bem. Capricorniano com ascendência no cuscuz. Mergulha de cabeça, mas só depois de conhecer a fundura do lago. [ Ver todos os artigos ]

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo