Projeto Direito ao Cinema discute abuso sexual na infância

Próximo sábado (18), a sessão do projeto Direito ao Cinema apresenta o filme dinamarquês “A Caça”, com sua discussão sobre abuso sexual na infância e as consequências na vida dos envolvidos.

A exibição acontece na Estácio Romualdo a partir das 9h – aberta ao público e oferece certificado de quatro horas para alunos de outras instituições.

Dirigido por Thomas Vinterberg, o filme foi lançado em 2012 e conta a história de Lucas, que tem sua vida completamente arrasada ao ser acusado de ter abusado de Klara, uma garotinha do jardim-de-infância.

A menina havia sido exposta a material pornográfico por seu irmão mais velho, o que embasa o relato confuso envolvendo Lucas.

O personagem principal passa a ser hostilizado pela maioria dos habitantes da cidade, como um predador sexual.

Todo o processo de linchamento público é apresentado de forma cuidadosa pelo diretor, tanto no sentido da tensão crescente, como para justificar os atos dos lados envolvidos.

A ideia é levantar questões como o repúdio a esse tipo de situações, mas também sobre a prévia condenação de alguém baseado em um único testemunho.

Segundo a professora Maria Fernanda Cardoso é importante levantar a discussão do abuso sexual e da linha tênue entre fantasia infantil e denúncia.

“É preciso muito cuidado nesse tipo de situação, principalmente com a condenação prévia da população, antes mesmo de haver uma investigação, que termina em muitos casos com o linchamento moral”, afirma.

Após a sessão haverá uma mesa redonda com o delegado da Polícia Civil, José Francisco Correia Junior, especialista em Segurança Pública e Cidadania, e com Luiz Felipe Pinheiro Neto, advogado e professor de Direito Penal na Estácio.

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP