Proposta bem modesta

Caros amigos:

Tenho lido notas sobre o lastimável cancelamento de um grande auto natalino em Natal. Junto-me os que criticam a situação. Proponho que, junto com o coro dos descontentes, venham manifestações independentes, que evidenciem a possibilidade de se continuar em frente nesse campo de tradições populares. Há alguns anos, (acho que foi em 2007), visitei muitos grupos de Pastoril e Lapinhas em Natal e arredores – Touros, São Gonçalo do Amarante, Nísia Floresta, etc. Havia pessoas portadoras de saberes populares preciosos nesses campos, pertencentes a diferentes faixas etárias. Não é possível juntar-se a elas, trazê-las para encontros e exibições?

Abraços:

Nasci em Natal (1950). Vivo em São Paulo desde 1970. Estudei História e Artes Visuais. Escrevo sobre História (Imprensa, Artes Visuais, Cinema Literatura, Ensino). Traduzo poemas e letras de canções (do inglês e do francês). Publiquei lvros pelas editoras Brasiliense, Marco Zero, Papirus, Paz e Terra, Perspectiva, EDUFRN e EDUFRJ. Canto música popular. Nado e malho [ Ver todos os artigos ]

ao topo