Quadrinhos no front de batalha

Por Gabriel Bonis

Em um pequeno espaço improvisado em uma livraria de São Paulo, 90 cadeiras de plástico e um projetor compunham o cenário de uma palestra do quadrinista Joe Sacco, no início da tarde de terça-feira 12. Franzino, o autor que entra no recinto com olhar assustado em nada aparenta ter o perfil de quem passou costumeiramente pelas mais diversas regiões em guerra do planeta, como a Bósnia.

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo