Que cerveja é essa? Punk IPA

BREW DOG BREWERY IN FRASERBURGH, DIRECTOR AND HEAD BREWER MARTIN DICKIE AND MANAGING DIRECTOR JAMES WATT  PIC ROSS JOHNSTON / NEWSLINE SCOTLAND
Martin Dickie e James Watt são os criadores da Brewdog, cervejaria escocesa icônica no universo cervejeiro, com bares espalhados em cidades pelo mundo (inclusive São Paulo)

Mais do que em qualquer momento passado, no planeta estão surgindo todos os tipos de cervejarias. Pequenas, grandes, tradicionais, inovadoras, sérias… e até mesmo cervejarias imbecis.

Sim: imbecis.

O que está longe de ser uma característica depreciativa!

Quando o trabalho é bem feito esse predicado pode subverter os rumos de um mercado tão cheio de normas seculares, tornando nossa cultura ainda mais divertida.

E no quesito de cervejaria imbecil, a grande representante é a escocesa Brewdog – Que une estratégias de comunicação inusitadas, modos de produção nada ortodoxos e receitas que não podem ser chamadas de outra coisa além de insanas.

E apenas confirmando a ideia de que ser imbecil não é algo negativo, é dessa cervejaria que surgiu o ícone de um dos estilos mais apaixonantes das últimas décadas: a Punk IPA, uma furiosa American India Pale Ale.

Mas fale mais sobre o “imbecil”!

Daí o confrade me pergunta: por que chamar a Brewdog de imbecil?

Vamos aos fatos.

Primeiramente, eles se denominam uma “cervejaria artesanal pós-Punk apocalíptica”. E o que isso quer dizer? Que cada receita é feita para parecer distópica, fora da curva. E isso se aplica tanto ao produto como também à produção, ou mesmo aos seus anúncios.

Só para ilustrar, eles já fabricaram uma cerveja no fundo do mar, a Sunk Punk; derrubaram uma lei inglesa sobre o tamanho padrão do pint, o tradicionalíssimo copo de cerveja britânico (arregimentando um anão para liderar a rebelião); disponibilizaram as receitas de TODOS os seus rótulos online; utilizaram esquilos empalhados como embalagens de uma cerveja com 55% de álcool, a The End of History; encorajaram seus clientes a literalmente destruírem garrafas das cervejas concorrentes e compartilharem as imagens; sequestraram um tanque de guerra e circularam nele até o novo pub em Camden, Londres; dentre outros absurdos.

Ficou convencido?

Ok, mas… e a cerveja?

BrewDogBreweryA Brewdog segue, com certa fidelidade, a controversa Escola Americana de cerveja. Por que controversa?

O reaquecimento da cultura cervejeira norte-americana trouxe várias mudanças à maneira de fazer cerveja. Uma das mais evidentes é com relação ao protagonismo dos chamativos lúpulos nativos dos Estados Unidos, como Citra, Amarillo, Centennial entre outros – Que imprimem, além do amargor e aroma, características herbais, frutadas e florais que enrubescem os paladares mais pudicos.

Basicamente, consiste em inserir o prefixo “American” aos estilos tradicionais – Pilsen, Weiss, IPA, Stout… O que, aos mais críticos (categoria a que, de certa forma, pertenço), pode parecer pouco para transformá-las em estilos novos. Pessoalmente, parece simples demais.

É como se estivessem colonizando cervejas ao inserir seus lúpulos. (Talvez, para eles, poucas coisas sejam tão norte-americanas quanto colonizar).

Voltando à Brewdog, um de seus motes é “Love hops and live the dream” (“Ame lúpulos e viva o seu sonho”) e, em particular, a Punk IPA ilustra isso à risca. Unindo o incrível malte inglês Maris Otter a doses cavalares dos lúpulos americanos Chinook, Simcoe, Ahtanum e o neozenlandês Nelson Sauvin, essa cerveja é uma voadora nos peitos, no campo sensorial.

Seu aroma é um murro de soqueira.

A coloração dourada, clarinha, disfarça a explosão de maracujá, floral e cítrico que desce, seca e persistente, pela garganta.

Que cerveja, confrade. Que cerveja.

Notas

Poucas cervejas são tão representativas a um estilo quanto a Punk IPA a é para as American India Pale Ale. E é um indubitável exemplo de como uma cervejaria pode ser genial apesar de (ou seria pelo fato de?) ser imbecil. Brindemo-nos, portanto!

Ein prosit!

Já conhece a Punk IPA? Ficou com vontade de conhecer, ou provou depois de ler nossa coluna? Tem dicas de lugares para encontrá-la, ou de alguma harmonização interessante? Não deixe de postar seu comentário neste nosso espaço de divulgação da cultura cervejeira.

Cerveja-BrewDog-Punk-IPA-330mlE então, Que cerveja é essa?

Nome: Punk IPA

Cervejaria: Brewdog

País de origem: Escócia

Estilo: American India Pale Ale

Álcool: 5,6% ABV

Harmonização: Blue cheese, linguiça calabresa, carneiro assado.

Temperatura ideal: 8 – 12 °C

Copo: Pint

Média de preço: R$ 15 – 25 (Garrafa de 330 ml)

Onde encontrar: A Punk IPA pode ser encontrada em lojas, bares, delicatessen, pubs, lojas de conveniência e supermercados que ofereçam cervejas especiais.

Gostou dela? Recomendo Ballast Point Sculpin IPA, Founders Mosaic Promise e a Bodebrown/Stone Cacau IPA

Sommelier de Cervejas e Técnico Cervejeiro [ Ver todos os artigos ]

Comentários

There is 1 comment for this article
  1. MARCUS VINICIUS PEREIRA CAMPOS 6 de agosto de 2016 13:41

    Sensacional matéria sobre a Punk IPA!!! Realmente, a cerveja é show!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo