Que cerveja é essa? Samuel Adams Boston Lager

Samuel Adams Boston Lager.2
Holandeses e britânicos foram fundamentais na colonização e na implantação da cultura cervejeira na América do Norte; primeiro na Costa Leste, hoje na Oeste, uma verdadeira revolução tem sido posta em prática, com a Samuel Adams na linha de frente do processo

Se eu perguntasse ao confrade qual é o país com mais cervejarias artesanais e você não soubesse a resposta, provavelmente chutaria alguma nação tradicional em produzir nosso querido pão líquido: Alemanha, Bélgica, Holanda, República Tcheca… Mas você teria chutado errado de qualquer maneira.

A resposta certa, com suas mais de 4.000 (Quatro mil!) cervejarias registradas, é “Estados Unidos”.

O Tio Sam mantém uma fortíssima atividade na área, e desde 2013 as artesanais já superam gigantes como a Budweiser.

Mas nem tudo foi lindo assim.

Hoje a gente conversa sobre como os Estados Unidos entraram, saíram e entraram de novo no mapa-mundi da cerveja, enquanto falamos sobre uma das pontas-de-lança dessa revolução: a Samuel Adams Boston Lager.

Encha o seu copo, porque a viagem será longa. E vai faltar cerveja no caminho.

Proibido é mais gostoso

A história da cerveja em solo estadunidense data do século XVII, com dois eventos principais: a colônia holandesa de Nova Iorque, então chamada Nova Amsterdã (igual à outra cidade que conhecemos bem); e a chegada dos primeiros colonos vindos da Inglaterra.

O desembarque deles estava previsto para Nova Amsterdã, mas teve que ser abreviada para Massachusetts porque a tripulação do Arbella estava temerosa se os 40 mil litros de cerveja a bordo dariam conta de uma viagem mais longa.

Samuel Adams Boston Lager.3
Desde 2013 as artesanais já superam gigantes como a Budweiser

Ao século XIX, até o presidente Thomas Jefferson produzia cerveja; com a chegada dos imigrantes alemães ao país em 1830, a coisa só fez se potencializar; em 1911 o país já era o maior fabricante de cerveja do planeta, mas toda essa prosperidade esbarrou com a ideia de uma Lei Seca ganhando cada vez mais adeptos, até que em 1920, a Lei Volstead proibia a produção, posse e transporte de qualquer bebida com mais de 0,5% de álcool em todo o território nacional. Não deu tempo nem de pedir a saideira.

Em 1933, o governo percebeu que o comércio não vendia cerveja, mas a venda de lúpulo, malte e levedura só fazia aumentar. Juntaram dois mais dois e constataram que a América não parou de tomar cerveja em momento algum. Caía a Lei. Mas o mercado cervejeiro estava debilitado, o antigermanismo imperava com a ressaca de duas guerras contra a Alemanha, e só nos anos 80 o país deu a oportunidade para que o descendente de alemães Jim Koch recuperasse uma receita de seus ancestrais para que, 3 meses depois de lançada, a Samuel Adams Boston Lager vencesse o concorridíssimo Great American Beer Festival, o primeiro prêmio de mais de 600 conquistas posteriores.

Liderando revoluções

A cerveja que reconquistou o prazer dos americanos de tomar cerveja é uma Vienna Lager, de cor âmbar, leve aroma de tostado e um amargor de lúpulo bem pronunciado, com um toque de caramelo ao fim do gole.

A bela ilustração do rótulo, bem como o nome da cerveja, homenageiam o malteador Samuel Adams, um dos pais da Revolução Americana e um dos líderes do Boston Tea Party. Um dos charmes da cerveja é que, na parte interior de cada tampa é mostrado uma das centenas de prêmios que a cerveja ganhou (A princípio tentei fazer uma coleção, mas desisti).

Notas

A Samuel Adams Boston Lager é uma excelente maneira de se entender a proposta americana de se fazer cerveja. Se você está começando agora a tomar cervejas especiais, o amargor do lúpulo vai chamar muita atenção. E se você gostar disso, amigo…  garanto que vai ser um caminho sem volta!

Ein prosit!

Já conhece a Samuel Adams Boston Lager? Ficou com vontade de conhecer, ou provou depois de ler nossa coluna? Tem dicas de lugares para encontrá-la, ou de alguma harmonização interessante? Não deixe de postar seu comentário neste nosso espaço de divulgação da cultura cervejeira.

Samuel Adams Boston Lager.4E então: Que cerveja é essa?

Nome: Samuel Adams Boston Lager

País de origem: Estados Unidos

Cervejaria: Boston Beer Company

Estilo: Vienna Lager

Álcool: 4,9% ABV

Harmonização: Hambúrguer caseiro, caranguejo, T-bone.

Temperatura ideal: 5 – 7 °C

Copo: Caldereta

Média de preço: R$ 6 – 15

Onde encontrar: em lojas de atacado quanto em restaurantes e delicatessens.

Gostou dela? Recomendo Brooklyn Lager (Brooklyn Brewery) e Double Vienna (Morada Cia. Etílica)

Sommelier de Cervejas e Técnico Cervejeiro [ Ver todos os artigos ]

Comments

Be the first to comment on this article

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP