Quem mexeu na minha praça de alimentação?

Por Matheus Pichonelli

O recalque despertado pelo “rolezinho” expõe um país dividido entre os que “conhecem” e os que “não conhecem” o seu lugar. A estes, os pontapés

aqui

Comentários

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ao topo