Quosque tandem, Demóstenes?

Amigos e amigas:

Esse senador Demóstenes Torres (mais pra ruína de alicerce) parece fruto de um cruzamento entre animais mandões de “A revolução dos bichos” e idiotas falantes do “Festival da besteira que assola o país”. De culpa em culpa dos negros, só falta o Demo dos Demos sugerir reproclamar a escravidão para indenizar os ofendidos branquinhos da nação. Parece que esse analfa de cátedra nunca ouviu falar em Revolta da Chibata: marinheiros (na maioria, negros) eram castigados com chibatadas por motivos disciplinares, como se a escravidão continuasse em 1910! É claro que o analfaba desfuncional nunca leu “Menino de Engenho”: no dia seguinte à abolição, os ex-escravos continuaram a trabalhar do mesmo jeito e a levar a mesma vida miserável. Seria alucinação pensar que ele leu na vida a Imprensa de imigrantes italianos do início do século XX: camponeses eram abrigados em senzalas e vendidos como se escravos fossem.

Depois reclamam que temos preconceito contra a “classe política”. Quem é mesmo analfabeto no país?

Abraços a todos e todas:

Nasci em Natal (1950). Vivo em São Paulo desde 1970. Estudei História e Artes Visuais. Escrevo sobre História (Imprensa, Artes Visuais, Cinema Literatura, Ensino). Traduzo poemas e letras de canções (do inglês e do francês). Publiquei lvros pelas editoras Brasiliense, Marco Zero, Papirus, Paz e Terra, Perspectiva, EDUFRN e EDUFRJ. Canto música popular. Nado e malho [ Ver todos os artigos ]

Go to TOP