Raízes e folhas da Europa

Amigos:

Esse papo de raízes cristãs da Europa é qualquer coisa. Se for pra falar em raízes da Europa, sou mais os paganismos. Mas quem fica em raiz não vê flores, folhas e frutos.

Antigamente, como disse Rita Lee, tudo era bem mais chique: os sacerdotes católicos sabiam que Islamismo e Cristianismo são da mesmíssima família monoteísta que o Judaísmo inaugurou.

Melhor encarar o papo do arcebispo como mera disputa de mercado. No (baixo) nível da Igreja Universal do Reino de Deus! O Vaticano, quem diria, acabou na TV Record!

Mas Deus pode ser mais – vide Santo Agostinho, Pascal e Rouault, sem esquecer do velho Chagall.

Abraços:

Nasci em Natal (1950). Vivo em São Paulo desde 1970. Estudei História e Artes Visuais. Escrevo sobre História (Imprensa, Artes Visuais, Cinema Literatura, Ensino). Traduzo poemas e letras de canções (do inglês e do francês). Publiquei lvros pelas editoras Brasiliense, Marco Zero, Papirus, Paz e Terra, Perspectiva, EDUFRN e EDUFRJ. Canto música popular. Nado e malho [ Ver todos os artigos ]

Go to TOP