Recital com o violinista francês Frédéric Pelassy hoje na Escola de Música

A Aliança Francesa de Natal, em parceria com a Escola de Música da UFRN, traz à cidade o premiado violinista Frédéric Pelassy para  única apresentação. O recital, gratuito, acontece hoje (11)  às 20 horas no auditório Onofre Lopes da EMUFRN.

Frédéric Pelassy é considerado um dos músicos mais proeminentes de sua geração. Iniciou a carreira aos 12 anos de idade, e já entre os 14 e 16 anos, recebeu prêmios de destaque na França –  Fundação Menuhin, Fundação Cziffra, e Festival Musical d’Automne des Jeunes Interprètes. Pelassy gravou mais de 20 álbuns e realizou concertos nos cinco continentes. Em Natal, Frédéric interpreta obras de Johann Sebastian Bach, Niccolò Paganini, Jules Massenet, entre outros grandes compositores clássicos.

serviço:

Recital com violinista francês Frédéric Pelassy

Dia 11 de abril, quinta-feira, 20 horas

Auditório Onofre Lopes – Escola de Música da UFRN

Entrada franca

Comments

There is 1 comment for this article
  1. Andreia Braz 13 de Abril de 2013 11:25

    Tenho inúmeros motivos para me orgulhar de ser aluna da UFRN, e um deles é participar dos eventos promovidos pela Escola de Música desta universidade. Estou me referindo especialmente aos concertos gratuitos que a EMUFRN oferece, tanto ao público externo como aos alunos e funcionários da instituição. E é com esse sentimento de alegria e gratidão que gostaria de destacar a beleza do espetáculo desta quinta-feira, uma apresentação do artista francês Frédéric Pélassy (Violino), um jovem artista que deixou o público extasiado depois de tocar peças de Bach, Massanet, Paganini… O auditório estava lotado, tinha gente assistindo ao concerto de pé. Pura emoção. Destaque para a “Meditação de Thais”, uma peça de profunda introspecção. Muito bom saber que nossa cidade tem um espaço como esse, que promove o acesso à música clássica, através de apresentações de artistas nacionais e internacionais. Nos últimos três anos, tive o privilégio de assistir concertos da Orquestra de Violoncelo da UFRN, da Orquestra Sinfônica da UFRN, entre outros…. Encerro este texto com o desejo que todas as pessoas possam ter acesso a esse tipo de manifestação cultural, infelizmente ainda restrita a uma minoria. Afinal, ‘a gente não quer só comida. A gente quer comida, diversão e arte’…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Go to TOP